Braga Paisagismo: Compactação hidráulica do solo – Plantio

Braga Paisagismo: Compactação hidráulica do solo – Plantio

3 1296

Escolher mudas maiores para compor o seu espaço de jardim pede alguns cuidados no suprimento de água no desenvolvimento das plantas. Quanto maiores os arbustos, frutíferas, árvores ou palmeiras, de acordo com o solo, as regas devem ser pelo menos nos primeiros 60 dias consecutivos. Se o plantio for realizado em época do ano que haja chuvas mais regulares ou intensas, reduz-se a irrigação complementar.

O tamanho da cova depende da qualidade do solo, além do porte do torrão da planta. Recomenda-se covas maiores de 40X40X40cm em solos menos compactados. Na abertura da cova, achando camadas de solo mais duras, precisa retirar ou “quebrar” essa camada para não comprometer o desenvolvimento das raízes da planta. Para espécies já plantadas em grande porte, adota-se covas de 80X80X80cm ou mais, em solos com poucos nutrientes ou muito compactados. No caso de forrações, revolva o solo em pelo menos 20cm e acrescente os nutrientes necessários (químico ou orgânico).

Após abertura da cova, preparação do solo, colocação do torrão e preenchimento com a terra ou novo substrato, costuma-se “socar ou pilar” o solo em torno da planta para firmá-la estruturalmente no período em que não estiver enraizada. Normalmente isso é feito com cabo de madeira de ferramentas que já utilizamos nos serviços de jardinagem (enxadas, rastelos, pás e etc.) ou algo que se assemelhe a um bastão, pra que a terra se compacte no entorno do torrão da planta.

A compactação hidráulica é preencher e ajustar a terra na cova com água e evita prejudicar as raízes no processo de socar com algum tipo de ferramenta, basicamente, da seguinte forma:

. Após abertura da cova/ berço , acomode o torrão, deixando a base do tronco 10cm acima do solo;

. Completar as laterais com substrato/terra e já colocar a mangueira ligada até o fundo da cova (mangueira já ligada evitará entupimento da mesma ou bolsões de ar dentro da cova);

. Deixar encharcar o solo até a superfície;

. Retire a mangueira do solo e se precisar, complete de terra;

. Suspender irrigação por 48 horas;

. Providenciar tutores ou estacas individuais (sarrafos, caibros) enfiados até o fundo da cova, fazendo amarração de barbantes ou cordas (pelo menos 02 locais) no tronco das plantas (pra evitar tombamento com vento ou pelo solo ainda não estar firme);

. Adubar após 30 dias.

Aconselhamos mesclar as duas técnicas para plantas adultas. A compactação hidráulica se adequa muito bem para plantas com raízes frágeis ou torrões com características mais arenosas (que podem se esfarelar mais facilmente). Sempre avalie a qualidade do solo antes de compor preços ou combinar serviço de plantio!

Fonte texto e imagem: Enciclopédia Ilustrada 2200 Plantas e Flores. Vol.1 (Árvores Coníferas e Palmeiras). Pág. 130.

 

Diógenes P. Braga Jr – Paisagista

www.tersinapaisagismo.com.br

3 COMENTÁRIOS

  1. Olá leitores! Fiz um videos pra facilitar entendimento sobre compactação hidráulica. O audio começa aos 35 segundos, mas consegue entender e escutar tudo muito bem. Forte abraço!

Deixar uma resposta